Vila de Prado: Vai ser a ‘Capital Mundial da Canoagem’ em 2016 e 2018

Praia Fluvial do Faial - Vila de Prado

A vila de Prado vai ser a ‘Capital Mundial da Canoagem’ em 2016 e 2018. A Federação Internacional de Canoagem (ICF) acaba de proceder à atribuição oficial ao município de Vila Verde e à Federação Portuguesa de Canoagem da co-organização de duas das mais importantes provas mundiais de canoagem, a Taça do Mundo de Maratona 2016 e aquela que é a prova ‘rainha’ da canoagem mundial, o Campeonato do Mundo de Maratona 2018. 

As duas candidaturas foram apresentadas pelo município de Vila Verde à co-organização das duas competições e foram aprovadas ontem de manhã, durante a Reunião Ordinária da Federação Internacional de Canoagem (Internacional Canoe Federation), que decorre na Suíça.
“É com imenso orgulho e satisfação que vemos a vila de Prado e o concelho de Vila Verde surgirem destacados no plano internacional, com referências à qualidade dos equipamentos e à capacidade organizativa, como ficou amplamente comprovado no Europeu de Maratona em Canoagem 2013”. 

É desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, reage - a partir da Suíça - à atribuição da organização das duas competições. 
O edil vilaverdense, que se faz acompanhar do vereador do D esporto, Patrício Araújo, diz que “o Município de Vila Verde e o Clube Náutico de Prado, suportados pela vontade de outros organismos locais e a determinação da Federação Portuguesa de Canoagem, soube sempre estar à altura dos desafios colocados. A Vila de Prado torna-se, assim, a cada dia que passa, uma referência incontornável da competição. Ganha a vila de Prado, ganha Vila Verde e ganha Portugal”.

As duas candidaturas simultâneas à organização da Taça do Mundo de Maratona 2016 e do Campeonato do Mundo de Maratona 2018 estão a ser preparadas desde há já algum tempo, logo após o anúncio público por parte do autarca vilaverdense, em pleno Europeu 2013, da intenção de acolher uma prova mundial na Vila de Prado.

“O Europeu 2013 deu-nos conhecimentos importantes, para além de termos conseguido estar acima das expectativas criadas, quer ao nível organizativo, quer ao nível da qualidade das infra-estruturas”, sustenta, apontando, no entanto, que “há ainda muito a fazer”. 
“Queremos que a Vila de Prado se torne a maior referência nacional no plano internacional em provas de alto rendimento desportivo. Vamos unir esforços e responder afirmativamente”, refere António Vilela.

0 comentários: